Páginas

sábado, 24 de março de 2012

"De tudo se faz canção"


Acho maravilhoso "encontrar" pessoas, que um dia foram muito próximas, pela redes sociais. Gosto de ver, e ter a certeza, de como a vida segue para todas as pessoas e que estamos, todos nós, procurando (achando-perdendo-achando) o nosso próprio caminho. Fico feliz por todos! Fico feliz por mim. Principalmente.

Quando encontro alguém que foi muito especial, bate uma nostalgia. Um pensamento do tipo "e se tivesse sido diferente"? Onde eu estaria agora? Com quem? Estaria feliz? De modo que não me restam dúvidas: "A VIDA É SEMPRE AGORA". O que não foi, não era pra ser. E isso, não é conformismo não. É, de certo modo, uma sabedoria que só o tempo te traz. É um presente!!!

Ah, o presente... Tão discreto, diante do passado e das possibilidades de futuro que, por vezes, passa batido né? Entre as muitas decisões que tomei ultimamente, dar mais atenção ao presente está no topo da lista. Está no topo porque o lugar das coisas "que poderiam ter sido" não faz mais sentido algum. Não existe. Todas as coisas que" poderiam ter sido", foram... Foram do jeito certo.

O que me interessa, agora, é o que pode ser agora! Aí a sensação do "poderia ter sido", eu entendo, é só uma saudade do que foi bom. Uma saudade generosa e cheia de entendimento do que chamo, com muito respeito, de contratos feitos com o tempo.

Carinho e respeito por todas as pessoas que passaram, pelas que estão e pelas que virão na minha vida!!!

"E lá se vai mais um dia..."

Aline.

Um comentário:

Tainá Facó disse...

Aline,

Nunca vou cansar de dizer que você é um anjo. Te tenho longe, mesmo morando no mesmo estado [agora um pouco mais, né? rs], mas te saber é maravilhoso. Ter achado esse tesouro que você é, minha enriqueceu o coração.

Beijos meus.