Páginas

terça-feira, 1 de junho de 2010

.Depois de pensar um pouco, nº zil.


[imagem: deviantart]

Refletindo sobre a importância do "caminho do meio". Nem muito para direita, nem tanto para a esquerda. Nem o excesso, nem a ausência. Guimarães Rosa diz "viver é muito perigoso", talvez seja um olhar sobre o "caminho do meio", os "dois pesos, duas medidas" e a dificuldade toda humana que carregamos em saber enxergar as coisas. A dificuldade de sabermos qual é a escolha correta. E, muito além disso, sabermos o que é correto ou não.
Viver é fatalmente apaixonante! Há muitas possibilidades e, definitivamente, busco por uma harmonia entre os extremos, entre mim e o outro. Quero encontrar. Desde que me entendo por gente ando inquieta, rss. E o caminho é muito longo... Mas é bonito também.

Nenhum comentário: