Páginas

domingo, 23 de maio de 2010

.O vôo de nós mesmos.

Aos 12 anos, li Fernão Capelo Gaivota (de Richard Bach). Um livro emocionante sobre a busca pela perfeição e a superação dos nossos limites. Um incentivo ao encontro conosco e com o nosso próprio céu. Uma leitura que nos diz o quanto é importante sermos sempre fiéis a nós mesmos. Ontem me vi diante do DVD que conta essa história, motivadora, de uma gaivota em busca do que lhe é mais verdadeiro. Os anos passaram, me fazendo "esquecer" os vôos dessa gaivota banida de seu bando, por tentar novos céus, sobre as nuvens. Os anos passaram mesmo! E no meio de tanta velocidade, me vi emocionada novamente ao ouvir que "velocidade mesmo é estar presente". Não precisamos correr demais.

3 comentários:

Dani disse...

"velocidade mesmo é estar presente", adorei isso!

beijo

Ana Valeska Maia disse...

Bonito Aline!!!!
Adorei.
Ei, o sarau não foi na minha casa não, rsrsrsrs.
Mas o próximo eu te convido sim!

Aline Lima disse...

Dani: essa frase, lembro, me deixou reflexiva ao ler o livro. e, continuei assim o resto da noite após, ver esse documentário. =)

Ana linda: No próximo eu vou sim! ;D

Beijo nas 2 queridas!
.aline.