Páginas

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

.Uma historinha real.


[imagem: google]

"Segue teu destino
Rega as tuas plantas
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias".
[Ricardo Reis, heterônimo de Fernando Pessoa]



Em um desses dias de "ocos e ecos", lembrei dessa historinha própria que não começa com "era uma vez" e nem termina "felizes para sempre", mas traz recordações bonitas dos idos e bem vividos 16 anos. É uma historinha real com perdas e ganhos, comuns à todas as historinhas reais. Mas essa é uma daquelas que nos marcam profundamente por que acontecem, silenciosas, no coração. Você deve ter várias historinhas assim: não "feliz para sempre" mas, "buscando felicidade sempre". Foi assim:

Quando meu avô morreu, em uma manhã de primavera, uma única questão me afligia, como nenhuma outra: Qual era a sua flor preferida, já que ele amava cuidar da terra, das flores, jardins. Como pude deixar uma informação, importante assim, passar logo com uma pessoa tão especial na minha vida? Me interrogava e, essa pergunta aumentava ainda mais o pesar. Como não sou de ficar “chorando o leite derramado”, decidi que, intuitivamente, iria colher as flores que meu avô mais gostava. Saí para o jardim e colhi margaridas enormes, viçosas e de incríveis branco e amarelo. Margaridas. Também são as minhas preferidas, pensei. São simples e graciosas. Levei margaridas em homenagem ao meu avô, que muito me ensinou sobre a simplicidade.

Aquela dúvida, sobre flores, me alertou para tantas outras coisas que não peguntamos, enxergamos ou não “temos tempo” de saber sobre as pessoas que amamos. Daí eu passei a perguntar, para toda gente, qual flor elas preferiam. Era uma lista enorme, devidamente anotada no meu diário. Com o passar dos dias, tinha uma lista enorme com as mais variadas espécies. Ao observar as pessoas e suas flores preferidas, observei como as flores pareciam com as pessoas que as tinham escolhidas como “preferidas”.

Lendo a lista-jardim, encontrei uma outra observação: A figura da “flor” podia tornar-se diversos sentimentos. Qual seria a “flor” mais preciosa que cada pessoa havia plantado em si? E, a mais bonita? A mais secreta? A mais triste? A melhor? A mais feia? A que deixaram morrer por falta de zelo? São muitas as “flores” do nosso coração.

Meu avô partiu de repente e inteiro, eu sei. Não perguntei e nem observei qual era sua flor preferida. O que mais de “flor” ele levou sem que percebêssemos? O que levaremos sem que os outros percebam? Desde então, é em busca das “flores” alheias que trilho meu caminho. Quando meu pai partiu, eu sabia que sua flor preferida eram os delicados crisântemos. Eles (os crisântemos) estavam lá como um último carinho... Meu pai, também, partiu completo, eu sinto.

Flores alheias... Busco sabê-las. As minhas, próprias, estão aqui para acolher as dos outros. São muitos os jardins, infinitas espécie de flores e, em cada pétala, há muito sentimento.


Mas, a propósito, qual é a sua flor preferida?

10 comentários:

Denise disse...

Lírio :)

Linda essa postagem e todas essas passagens, as flores alegram os dias e ambientes, e é sempre bom ter alguma florida no jardim pra ter o que ver e sentir a cada dia... Tenho certeza que assim você ajuda a eternizar a presença de todos :)

Abraço

Anônimo disse...

minha flor preferida é você!!! lindo texto e o de sempre: saudade imensa...
rafa(el)

Tatiana F. disse...

Tulipas azuis e rosas brancas.

Quando você partir, um grande jardim te esperará.

Fulvio Ribeiro disse...

Aline;
como sempre, lindo o que você coloca aqui...Parabéns.
Grande Abraço.

-Thiago Matos disse...

Sua escrita, cada vez melhor. Linda e leve neste post. Ipês AmarElos, nada mais lindo. A muda que eu ganhei ta linda. Meu beijo : )

Aline Lima disse...

Denise: os lírios são fabulosos! bom vc por aqui.

Rafa: saudade imensa (a de sempre, rss).

Tatiana F.: tulipas são, especialmente, elegantes. rosas brancas são muito sutis.

Fulvio: é tudo bondade sua. beijos e volta sempre!

Thiaguinho: ipês amarelos. sim, eles sempre me fazem recordar coisas lindas... cuide bem da sua árvore.

Flores para vocês!!!
.aline.

Luana Couto disse...

toda flor tem sua beleza

Aline Lima disse...

Luana: sim senhora! beijos e saudades!!!

Tatiane Lemos disse...

Margaridas, amo-as não sei porque me fazem lembrar de simplicidade ou a pequena ingenuidade de uma criança!
São coisas assim que tornam a vida mais sensível e verdadeira!

Beijos, blog lindo! Já sigo

Aline Lima disse...

Tatiane Lemos: margaridas são especiais como os dentes-de-leão. são leves... volta sempre que puder e quiser tá?

flores no caminho!
evoé!!!