Páginas

sábado, 28 de março de 2009

Devaneios

[imagem: deviantart]


Devanéia lança um longuíssimo olhar sobre a casa vazia.
Vai até a janela e observa, ao longe, na pracinha pessoas que se encontram, conversam, crianças no parquinho, árvores, areia, vida. Pois adora janelas.

Ela está sozinha.

Sozinha em tudo. Mesmo assim, pinta os lábios de vermelho em frente ao espelho. Abre sua caixinha de memórias onde guarda cartas que contam sobre o passado. Para o dia nublado escolheu a carta escrita em papel cinza. Para cada dia ela guarda uma palavra, uma carta, uma cor. Hoje as palavras vieram de alguém que foi importante (muito!), mas que passou... Devanéia pensa em como as pessoas passam, o tempo leva tudo embora. levou embora o perfume daquela carta. Leva tudo para tão longe...

Só ela fica.

Pensa em como o dono daquelas palavras coloridas, escritas em papel cinza a escutava. A escutava mesmo quando ela não falava palavra. Pensa em como o tempo muda as cores, desbota tudo. Percebe pela janela, que a pracinha está vazia. A chuva mandou todo mundo para casa. Como a pracinha, ela se sente vazia. Achou lastimável um parquinho vazio da alegria das crianças. As folhas molhadas caídas ao chão da praça, formaram um tapete lindo. Um tapete para ninguém passar é melancólico, mas não menos bonito.

Lê as últimas linhas sentindo alegria por aquele sentimento, declarado em papel cinza, ter existido um dia. Pensa em como é bom, vez em quando, encontrar alguém que não a julgue por sua falta de jeito em lidar com as pessoas, que não a julgue por suas inseguranças (muitas vezes) infantis e suas fantasias tolas. Alguém que a enxergue além. Muito além...

A casa vazia lança um longuíssimo silêncio sobre Devanéia e suas lembranças. Um silêncio lindo e eterno sobre seus lábios vermelhos e silentes, que a faz sentir que seu coração não dorme nunca.

6 comentários:

Tainá Facó disse...

Davanéia tem muito de mim nela.



TEXTO LINDO, AMADA!

Fulvio Ribeiro disse...

Olá Aline...!!!
Como sempre ótimo texto.!!!
Grande Abraço.

Mônica. disse...

Devanéia anda tãaaao delicada. ^^

Luci C. disse...

brigada mocinha :D
qdo tiver um tempinho dou um pulo cá pra ler-te melhor...

Aline Lima disse...

Meu povo: adoro os coments. de verdade. beijos em tod@s.

Luli =) disse...

oie
Peguei seu endereço na comunidade da Amélie...voltarei com certeza!
um beijo

Luli
=)