Páginas

sábado, 14 de março de 2009

Carta para além mar.


[imagem: by sinecurea]


Isa(bela) querida,

A saudade é grande por essas bandas de cá também. Das mais bonitas, saiba.
A respeito das cartas todas que me envias, sem resposta, hoje decidi sentar e escrever no blog mesmo, esse espaço em que me conto e me escondo (tudo ao mesmo tempo, rs). Maluco isso né? Mas mesmo assim acho isso melhor que psicanalista. Pasme!

Então, por aqui, faculdade terminada. Alguns trabalhos surgindo. Você sabe como adoro trabalhar. Amores. Hum os amores... Por hora, ainda "suspenso no ar" aquele bem querer de há tanto tempo. Isso passa 'beibe"? Sei lá, tem coisas que não passam né? Tem inclusive algumas delas nas escrituras sagradas (risos). Meeedo! Enfim...

Amei todas as notícias. Todas! As fotografias, todas lindas. Você sabe como gosto de fotografias em preto e branco. E, se tiver um rio correndo procurando o mar, então... Adorei a fotografia em que há rio, pedras e pássaros voando. Fiquei imaginando a cor da paisagem. Você sabe como adoro imaginar cor. Em tudo.

Ah! Vou te mandar em breve, juro, algumas fotografias do cotidiano para que você sinta mais perto a amizade. Outro dia deitada no chão da sala exausta fotografei nuvens lindas! Daquelas, redondinhas e incorrigivelmente brancas. A Orquídea lá da serra, ano passado, nos presenteou com três lindas flores. Incrivelmente violetas e de um perfume que preenchia a casa inteira.

Chove. A cidade alaga, o sol não sai, nem estrela a gente vê. Mas você sabe como são nesses dias em que me sinto mais feliz. Pelo barulhinho, por poder usar meus casacos e pela beleza de sombrinhas que ficam pra lá e pra cá no meio da rua. Baixei uns cds da Ângela Rô Rô também. Maravilha. Melancolia toda. Ah! Ótima notícia: tou saindo do "remédio pra me dá alegria". É... Um pouco insegura, feito criança que tá se colocando de pé agora sabe? Mas confiante, estendendo as mãos para se apoiar em outras mãos, em paredes, no próprio chão. Se erguendo de qualquer forma.

Meu pai tá se recuperando lentamente pra exercitar a paciência... A doença dele me deixou tão triste... Mas isso também, tem nos dado (a mim e a ele) uma chance de nos aproximarmos mais. Temos dias de paz. E, é tão bonito! Ele se deixando cuidar e nós cuidando, amor saindo pelas orelhas, rss! As pessoas são tão valiosas!!! Incrívelmente valiosas... E falando em pessoa valiosa respondo-te: minha mãe tá ótima como sempre. Linda toda! Mulher da minha vida aquela. Bem querer. Minha irmã tá de boa também. Formada. Mulher. Cheia de vontades boas! Acho que ela vai ficar rica antes de mim, rss.

Tenho lido muito Caio Fernando Abreu. É... Assim, tem dias de Caio, outros de Clarice e agora descobri a Hilst. Sentimentos à flôr-da-pele 'beibe'. Não sei não sei. Tudo é tão incrível e por vezes me sinto tão só... É assim uma coisa quase imposta. Tenho amigos, algumas paixões que me divertem, família linda, mas sempre em algum lugar estou sozinha. O tempo cura isso? Você sabe?

Fico te imaginando aí, nesse país frio de céu cinza, tão distante dos teus (como você fala) tesouros todos. Em busca de tudo o que o seu país não pode te dar... Que fortaleza possui teu coração? Adoro tua paz de espírito. Te admiro e disso você já sabe. Ah! a insônia deve ser um mal mundial. Tenho tido dificuldades para dormir. Mas quando consigo, tenho sonhos lindos em lugares inimagináveis. Outras dimensões acho. Muito interessante... Muita cor.

Então. Essa carta tá grande já. Muitas palavras para dá sentido a uma só: AMIZADE.
Você sabe que lhe guardo em orações. Sempre peço para que você não se sinta sozinha. Que sempre encontre pessoas legais e que saibam cozinhar, porque você como cozinheira sei não hein? Prefiro nem comentar, rss!

Feliz demais pelo novo amor. Vida longa ao sentimento!!! Achei ele liiiiindo, mas você sabe como adoro italianos. Continuo guardando as cartas. Um dia a gente publica. Os teus desenhos ilustrarão o livro. Tá tudo combinado já. Isa do céu, tenho que ir. Fica aqui, para sempre, a carta que não vai pelos correios. Com ela, todo o sentimento que cultivamos com tanto amor. Ai amiga, eu preciso muito desse bem querer. Desse cuidado que tu tens comigo mesmo tão longe, tão ocupada... Me importo muito com você também. Se cuida muito. Vê se se alimenta decentemente, bebe pouco sua maluca, procura meditar vez em quando, que faz bem. Tenho meditado todos os dias.

Na imagem a lua. A Deusa perfeita que altera as marés, a cuca, as sentimentalidades. Ela e a força positiva, viva e do bem que sempre nos acompanha no caminho. Agora, vou beber aquele café ruim que faço, que você vivia dizendo que era passado em meia suja. Ê saudade da tua presença física. Pois é. Aquele café passado em meia suja que só eu sei fazer, rss!

Te cuida bem.
Com amor maior do mundo, abraço-te.

Li.
P.s.: Strawberry fields forever no som. pra ti 'beibe'.

-------------
"nothing is real,
and nothing to get hung about
strawberry fields forever"
[lennon / mccartney]

7 comentários:

Renatta disse...

Linda..linda a carta.=D

Anônimo disse...

amiga querida, muito mais que amada e irmã!

lágrimas de emoção pelas letras. fica aqui (também) o sentimento eterno e forte e sincero de amizade que nos ligam.

saudade enorme da tua presença, conversas e risadas. Ah! E desse café de meia suja que só vc sabe fazer, rss!

amo-te e, beijo-te!
meu campo de morango, para sempre!
Isa.

P.s.: amei a carta no blog e, tem carta, foto e desenho indo até vc. aguaaaarda!

estácio. disse...

... Que a vida é bela só nos resta viver.

glória disse...

Aline, quem dera eu receber uma carta tão desmesuradamente delicada e afetiva. "love is real, real is love" (Lennon). São as teias amorosas que nos sustentam e nos elevam, mesmo de longe. Algumas coisas nâo passam mesmo, no bom e no maus entido. bjs

Tainá Facó disse...

Carta linda, amiga linda! Intesa, cheia de sentimento e saudade!



MEU BEIJO, frô!

ps: quero provar esse café, hein? Tá me devendo!

Mônica. disse...

Ficou linda linda linda!
Carta cheinha de sentimento e coisa boa! =)

Aline Lima disse...

Re, Isa, Estácio,Glória,Tainá e Mônicat!

Feliz quando vcs aparecem. Isso torna a rede menos impessoal e muito mais bonita!

com amor, abraço-os!
=*