Páginas

quinta-feira, 12 de março de 2009

No quando, agora, em mim.


[imagem: corbis]

(...)
quando a gente precisa
que alguém fique, a gente constrói
qualquer coisa, até um castelo.
[Caio Fernando Abreu]
.
.
.
Cá com meus pensamentos sobre o tudo:
O vivido-e-o-não-vivido.
É muito fino o que separa tudo de tudo.
Cápsula.
E o longe existe?
E esse castelo é o bastante para nos salvar dos dragões?
É tempo de se pensar...

6 comentários:

Mônica. disse...

Certeza!
Um reino inteiro! :)

Tainá Facó disse...

vale a pena construir até uma cidade inteira pelo que a gente quer! E a vontade é tanta que infrentar dragões vira moleza...

Aline Lima disse...

Mônicat e Tainá, amoras!
um reino inteiro. inteirinho. mas, e se for tudo de areia? então. deixa estar! =**

Anônimo disse...

Quero te ver, ainda, com um castelo lindo construído sobre bases sólidas. Da forma como vc merece! Beijo-te (sempre).

Caio.

Aline Lima disse...

Caio amor, eu tbm quero me ver, ainda... :) beijo-te (sempre).

Anônimo disse...

Como diria o Bono "love is a temple, love a higher law."
Luana