Páginas

domingo, 8 de fevereiro de 2009

"É crua a vida".


[imagem: Deadstarx]


Frase título deste post é de Hilda Hilst, mulher maravilhosa em suas palavras. Por aqui o desassossego nosso, quase eterno, de todo dia com um pensamento de onde irei desaguar o sentir.

Sei lá, domingo é mesmo "dia de ecos". Acordei com o corpo lento e a cabeça à mil por hora. Tanta coisa por fazer exigindo a paciência da espera; isso sempre me parece estranho: existir uma ordem natural de esperar algumas coisas. Existir um momento em que não há nada mais a fazer a não ser esperar já que você tentou da forma como soube.

Então. Por aqui Cartola e suas letras lindas.
Saudades de algumas pessoas que se foram, assim, para o infinito.
Uma lua quase totalmente cheia suspensa no azul.
E, o melhor de tudo: na reta final do inferno astral.

7 comentários:

Cris disse...

amei o seu cantinho!

e o meu está de portas abertas pra te receber!

quando tiver um tempinho, dê uma passadinha por lá. Tire os sapatos e tome um café.

besos

Clara Sousa disse...

Bom dia ..pequena poeta..só mesmo numa segunda feira pra passar no cantinho p/ recarregar as baterias pra semana rs!
Aline tenha uma semana cheia de paz e saúde..
beijos !!!

a-ma-rela disse...

adoro aqui!

- e por aqui, o desassocego tambem ta começando. junto com a faculdade. êita!

umbeijo!!:*

a-ma-rela disse...

de verdade verdadeira! ;D

Ana Valeska disse...

linda Aline, você é uma flor que eu adoro. A tua sensibilidade é encantadora. saudade, saudade.

Mônica. disse...

Hoje é ponto final no inferno astral!

Aline Lima disse...

ponto final!!! \o/