Páginas

sábado, 6 de dezembro de 2008

Lá, si.



Pensamentos tão distantes que não tenho ideia do que escrever aqui.

Tá, escreverei coisinhas que me fazem feliz:

:: margarida (flôr).
:: olhar nuvens;
:: sonho bom;
:: a serra;
:: cachoeira;
:: silêncio;
:: chuva;
:: frio;
:: chá (sem açúcar, por favor!);
:: desenhar;
:: olhar no olho;
:: música;
:: abraço demorado;
:: cafuné;
:: o paninho de estimação que tenho;
:: carinho;
:: morangos;
:: imaginar a história de vida dos estranhos;
:: criança;
:: suco de limão;
:: abraçar árvores;
:: pensar coisas boas para o futuro;
:: pensar uma pessoa especial para amar no presente;

Tá.Embora tudo acima listado esteja na lista das coisas que me fazem feliz, desconfio que escrevi tudo isso como pretexto para 'esconder' a vontade grande de ter AGORA, essa derradeira coisinha logo aí em cima. Pois. Não ando muito explícita. Acho que é a idade. Acho que é a lua crescendo. Acho que é um tiquinho de medo de ter ansiedade e, nela, me perder. Acho que é, também, medo dessa pessoa não chegar... Ah...Esquece! Não!!! Não esquece não!(:

Não sei. Acho mesmo melhor ir dormir, pq estou exausta e há dois dias essa garganta dói, me lembrando que a dor é miseravelmente humano, mas que afirma o quanto somos seres delicados.

Um comentário:

Tainá Lima :) disse...

ah, passei em seu blog, vi seu perfil, e adorei! PARABÉNS! :)
Beijo. Fica com Deus.