Páginas

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Do direito ao Amor em Paz.



A busca pelo amor romântico, me parece ter sido uma constante na vida de homens e mulheres direta ou indiretamente ligadas a mim. Viciada em blogs, como me assumo ser, tenho visto esse assunto abordado com bastante sentimentalidades em diversos deles. Todos com um desejo tão bonito de encontrar alguém e, nesse alguém, se encontrar também.

Eu também, quero esse alguém, esse bem.
Mas agora, de uma maneira mais serena que antes. De uma forma intensa e serena. E, tomando para mim a música do Vinícius, quero um amor em paz. Que aconteça você, que não faço idéia de onde vem. Mas que venha em paz.

E, que tudo aconteça de uma forma diferente das outras, tranqüilamente. Tenho apreciado as coisas mansas (não confunda "coisa mansa" com monotonia), essas que acontecem sem maiores esforços ou sofrimentos. Não acredito mais que amores necessariamente sejam obrigados a vir acompanhados do "kit dor". Para quê?

Quero o que faz bem. E, isso percebe-se de cara, pq o que nos faz bem não nos faz sofre, nem alimenta em nós sentimentos inferiores como desconfianças, mentiras etc. Relações saudáveis são sempre as mais duradouras e as que mais acrescentam na nossa forma de olhar o mundo. Nelas as pessoas se eternizam! São essas que até hoje nos fazem lembrar de momentos tão bons e cujas pessoas, com quem compartilhamos, para sempre ocuparão lugares especiais em nossa memória. E isso é uma forma da gente viver para sempre.

Desses laços que, por algum motivo não deram certo por pura força do "acaso" penso que, mesmo que vá parecer clichê, duraram o tempo que mereceram. Talvez o tempo necessário para transformar algo em nós, nos dois, talvez.

Pois. Essas relações à dois, são uma das melhores coisas dessa vida.
Encontre alguém para você e cultive um amor em paz e ame muito mais do que sonha amar hoje. Mas nunca, jamais em tempo algum se anule. O importante é sermos razoáveis!!!!
Quanto a mim, tenho buscado o mesmo. Quem sabe nessa procura a gente se encontra né?

"Yes, I think to myself, what a wonderful world"...

4 comentários:

Tainá Lima :) disse...

flor, adorei esse texto! *-*
Ah, obrigada pela música. Eu nunca ouvir, mas se eu te contar que ontem eu tava olhando o site do Djavan e vi essa música com meu nome. Fiquei curiosa e vi a letra, mas nao a ouvi. Obrigada pelo carinho!

Beijo grande.

Tainá Lima :) disse...

Ah, flor, obrigada pelas palavras. E pelo elogio também. Espero que poste textos novos. Louca pra ler! :)

Beijo grande.

Volte sempre.

Mônica. disse...

Como diria o amigo Cazuza: "Eu quero a sorte de um amor tranquilo..."

Ana Valeska disse...

Eh, Aline, amei o texto, falaste o que eu desejo pra todas nós! um amor de verdade.

Saudade de tu.